DCIM e Supervisório (SCADA) são a mesma coisa?

DCIM ou SCADA, por que devemos monitorar e gerir o Data Center?

O monitoramento e a gestão do Data Center devem ser orientadas por três diretivas de negócio:

  1. Economia compreende as questões relacionadas a custos de operação do Data Center, e entre eles um dos principais é a redução do consumo de energia. O consumo de energia tem indicadores internacionais, como o PUE – Power Usage Effectiveness, que é a relação entre toda a potência consumida no Data Center e a efetivamente usada pelos equipamentos de dados.

  2. Disponibilidade está relacionado aos riscos que podem, ou não, afetar o funcionamento geral do Data Center. Questões como, se é possível ou não ligar um dispositivo em qualquer rack ou em qualquer circuito, risco de falha devido à geração de calor além dos limites especificados, ao limite de carga nos quadros e circuitos, falhas intermitentes e que não são percebidas pela manutenção rotineira, etc.

  3. Gestão, se preocupa sobre quem são as pessoas responsáveis pela operação e manutenção do Data Center, controle das equipes, dos acessos, das permissões de atuação, da emissão de ordens de serviço e das rotinas de manutenção, da gestão de ativos, pois esses fatores são críticos na operação.

 O que é um sistema DCIM?

A solução Data Center Infrastructure Management – DCIM é uma plataforma composta de Software, Hardware e serviços utilizada para monitorar e gerenciar, em tempo real, a infraestrutura e o funcionamento do Data Center. Integra múltiplas tecnologias para monitorar a infraestrutura do ambiente, fazer a gestão de áreas, espaços e ativos, planejar operações e manutenção, assegurar a segurança física, otimizar a eficiência energética e o desempenho geral do Data Center e assim aumentar consideravelmente a disponibilidade do mesmo.

Devido a essas características abrangentes, a ferramenta DCIM deve ser considerada tanto uma ferramenta TÉCNICA como de NEGÓCIOS.

É uma ferramenta técnica pois permite tanto a análise quanto a intervenção sobre a infraestrutura, considerando aí uma intervenção física, como por exemplo ativar ou desativar um subsistema.

E também é uma ferramenta de negócios, pois está voltada para a melhoria do desempenho, a alta disponibilidade e a redução de custos do Data Center, que são objetivos relacionados aos serviços prestados. Com um sistema DCIM a gestão dos recursos é otimizada, há economia energética, melhor desempenho dos equipamentos, redução de custos de operação e previsão de futuro e expansão contínua.

O que é um sistema SCADA?

Focado na técnica, Supervisory Control And Data Aquisition – SCADA, ou simplesmente supervisório, é um sistema de software cujo objetivo é controlar e supervisionar sistemas industriais através da aquisição de dados do sistema e envio de comandos, de forma não automática, para o sistema.

Sistemas SCADA são utilizados no mundo desde a década de 1960, mas começaram a ser implantados no Brasil somente em meados dos anos de 1980, quando diversas empresas estrangeiras começaram a atuar no mercado nacional.

Sistemas SCADA são muito utilizados para controlar processos e atividades industriais, bem como geração, transmissão, distribuição de energia elétrica, controle de máquinas, equipamentos e edifícios e também aparecem em Data Centers.

Agora a pergunta, DCIM e SCADA executam a mesma coisa?

Por vezes os gestores e engenheiros de Data Centers argumentam que boa parte da automação pode ser realizada facilmente com sistemas supervisórios. No entanto tais supervisórios devem ser vistos como partes, ou subsistemas, das plataformas DCIM, pois não estão voltados a atender as três diretivas de negócio acima: de economia, disponibilidade e gestão, e tampouco são fundamentados no atendimento a missão crítica, que é a característica dos Data Centers. O quadro abaixo apresenta um comparativo entre DCIM e os sistemas supervisórios conhecidos como SCADA.

Quadro – Comparativo entre sistemas DCIM e sistemas Supervisórios ou SCADA.

DCIM

SCADA

O que é?

DCIM – Sistema especializado para monitoramento e gestão da infraestrutura de Data Centers

SCADA – Sistema para aquisição de dados e supervisório de controle industrial.

Aplicação

Desenvolvido especialmente para fazer a gestão integrada de Data Centers, com foco em quatro áreas: ambiente, energia, segurança física e gestão dos ativos.

Sistema de uso tipicamente industrial, focado em automação e supervisão da manufatura, da geração de energia e produção industrial em geral, bem como sistemas de ventilação e refrigeração.

Temperatura (Conforme a Norma NBR 14565, deve ficar entre 17 e 27 graus centígrados)

Gerenciada por meio de dispositivos integrantes da plataforma DCIM.

Geralmente monitora saída de Ar Condicionado, o que não permite visão das temperaturas distribuídas sobre os racks.

Umidade (Conforme a Norma NBR 14565, deve ficar entre 30 e 60%)

Gerenciada por meio de dispositivos integrantes da plataforma DCIM.

Geralmente monitora saída de Ar Condicionado, o que não permite visão da umidade distribuída sobre os racks e ambientes.

Segurança Física

Dispõe de controle de acesso integrado à plataforma DCIM.

Originalmente não é integrante de sistemas SCADA

CFTV

Dispõe de CFTV integrado à plataforma.

Originalmente não é integrante de sistemas SCADA

Gestão de ativos

Módulo de sistema DCIM que inclui visão dos racks e gerenciamento de cabeamento elétrico e de dados.

Não dispõe.

Hardware

Contém dispositivos integrados à plataforma e gateways para dispositivos legados.

Necessita de serviço de integração.

Interface

Própria para gestão de Data Centers, com visualização tridimensional dos ambientes, gráficos online, diagrama unifilar, imagens de CFTV, elevação de racks, relatórios e ordens de serviços para manutenção.

Interface padrão “quadro sinótico”, sem aplicação específica para Data Centers.

Relatório

Padronizados na plataforma, com simuladores e linhas de tendência, sincronizados com alarmes e avisos.

Precisam ser configurados.

Aderência a Normas

Compatibilizado com a NBR 14565 e padrões Uptime, EIA/TIA, BICSI e ISO/IEC.

Não aderente, necessita configuração.

Exemplo típico de interface para o usuário

 F01.tmp  scada

Caso Real: Para ilustrar ainda mais as diferenças, segue tabela comparativa realizada em um grande Data Center nacional para escolha da tecnologia a ser implantada/mantida.

4AB6.tmp

Para maiores detalhes veja exemplos de telas a seguir e/ou visite a página www.specto.com.br, lá você encontrará mais informações e opções desde um DCIM para pequenos Data Centers até uma plataforma de DCIM completa.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a deixar mais claro as diferenças e aplicações de cada tipo de ferramenta.

  • Mauro Faccioni Filho,Dr. Eng.;
  • Leônidas Vieira Júnior, Msc. Eng.;

ANEXO: EXEMPLO DE TELAS

SCADA: (imagens retiradas do google)

121218-integraxor_business_project_management

maxresdefault

2000-what-is-scada-10-keyquestionstoponderwhenselectingscadasoftware-370x250

scada

DCIM: (imagens do Software DATAFAZ DCIM – SPECTO TECNOLOGIA)

D55C.tmp

Interface web de sistema DCIM com principais grandezas monitoradas.

Consumo de energia

5041.tmp

Gráfico de Energia

1C99.tmp

 Gráfico de Temperatura

78C2.tmp

Visualização tridimensional de data center monitorado por DCIM, com sensores de temperatura e umidade.

F872.tmp

Visualização tridimensional de data center monitorado por DCIM, com mapa termográfico.

2ED3.tmp

Interface web de sistema DCIM com, com diagrama elétrico.

monitoramento_dcim

Interface web de sistema DCIM com, com gráfico de disponibilidade energética.

40B.tmp

Interface web de sistema DCIM com, com Módulo de Gestão de Ativos.

Taxa de utilização do Rack – Imagem 1

A5B7.tmp

Taxa de utilização do Rack – Imagem 2

C1A7.tmp